Antonin Artaud e a literatura como "procura constante de si mesmo"

Publicado por Agência Radioweb -

Antonin Artaud e a literatura como "procura constante de si mesmo"
Compartilhe em suas redes sociais:

Nesta semana, o professor de literatura Rogério Duarte convida os ouvintes a conhecer a vida e a obra do poeta e dramaturgo francês Antonin Artaud (1896 — 1948). Por meio da leitura de dois textos, “Escritos de Antonin Artaud” e “A perda de si: cartas de Antonin Artaud”, é possível refletir sobre temas como identidade, linguagem, corpo, loucura e, afinal, sobre a própria vida. De acordo com o professor Rogério Duarte, Artaud compreende que a literatura exercita a procura constante do indivíduo por ele mesmo, a partir de mais perguntas do que respostas e como uma espécie de remédio para o que o autor chama de “doença do espírito”.

Nesta semana, o professor de literatura Rogério Duarte convida os ouvintes a conhecer a vida e a obra do poeta e dramaturgo francês Antonin Artaud (1896 — 1948). Por meio da leitura de dois textos, “Escritos de Antonin Artaud” e “A perda de si: cartas de Antonin Artaud”, é possível refletir sobre temas como identidade, linguagem, corpo, loucura e, afinal, sobre a própria vida. De acordo com o professor Rogério Duarte, Artaud compreende que a literatura exercita a procura constante do indivíduo por ele mesmo, a partir de mais perguntas do que respostas e como uma espécie de remédio para o que o autor chama de “doença do espírito”.

Deixe seu comentário

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *