Conheça o romance de Tony Bellotto que inspirou a série de sucesso "Dom"

Publicado por Agência Radioweb -

Conheça o romance de Tony Bellotto que inspirou a série de sucesso "Dom"
Compartilhe em suas redes sociais:

O livro desta semana é o romance “Dom”, de Tony Bellotto, escritor e guitarrista da banda de rock brasileira Titãs. A obra, publicada pela editora Companhia das Letras em 2020, inspirou uma série homônima criada pela produtora Conspiração Filmes. A primeira temporada de “Dom” estreou com sucesso no Brasil no último mês de junho, na plataforma de streaming Amazon Prime Vídeo, onde já foi vista em mais de duzentos países. O romance de Tony Bellotto conta a alucinante história real de Pedro Dom, jovem de classe média que formou uma quadrilha de assalto a residências no Rio de Janeiro dos anos 2000. A narrativa também explora a relação conturbada de Pedro com o pai, Victor, um policial aposentado que, durante anos, trabalhou no combate ao tráfico e fez parte do Esquadrão da Morte na ditadura militar brasileira. Para o professor de literatura Rogério Duarte, secretário-geral da União Brasileira de Escritores, o livro “Dom” procura compreender a origem da violência, a partir de uma visão atenta sobre as relações humanas e a realidade social do Brasil contemporâneo.

O livro desta semana é o romance “Dom”, de Tony Bellotto, escritor e guitarrista da banda de rock brasileira Titãs. A obra, publicada pela editora Companhia das Letras em 2020, inspirou uma série homônima criada pela produtora Conspiração Filmes. A primeira temporada de “Dom” estreou com sucesso no Brasil no último mês de junho, na plataforma de streaming Amazon Prime Vídeo, onde já foi vista em mais de duzentos países. O romance de Tony Bellotto conta a alucinante história real de Pedro Dom, jovem de classe média que formou uma quadrilha de assalto a residências no Rio de Janeiro dos anos 2000. A narrativa também explora a relação conturbada de Pedro com o pai, Victor, um policial aposentado que, durante anos, trabalhou no combate ao tráfico e fez parte do Esquadrão da Morte na ditadura militar brasileira. Para o professor de literatura Rogério Duarte, secretário-geral da União Brasileira de Escritores, o livro “Dom” procura compreender a origem da violência, a partir de uma visão atenta sobre as relações humanas e a realidade social do Brasil contemporâneo.

Deixe seu comentário

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *