O núcleo de podcasts da Agência RadioWeb

Decepção política e liberdade amorosa em “A insustentável leveza do ser”

16 de novembro de 2021

Decepção política e liberdade amorosa em “A insustentável leveza do ser”
Imagem: Reprodução

Entre os maiores escritores do século XX, o autor do livro desta semana é um dos poucos ainda vivos. Hoje aos 92 anos de idade, o tcheco Milan Kundera ficou conhecido por seus romances, especialmente “A insustentável leveza do ser”. Publicada em 1983 e reeditada em 2008 no Brasil pela editora Companhia das Letras, a obra é a indicação do professor de literatura Rogério Duarte no episódio desta semana. Em uma Tchecoslováquia soviética acossada pelas revoltas de massa de 1968, conhecidas como o período da “Primavera de Praga”, as personagens da história enfrentam desafios políticos e comportamentais que despertam reflexões sobre a natureza do amor e o sentido da existência humana. Sintetiza Duarte: “O romancista critica tanto a restrição da liberdade individual nos países comunistas, quanto a liberdade teatral e consumível das nações capitalistas. (…) De um lado, a opressão política no mundo socialista; de outro, a mercantilização do pensamento crítico nos países capitalistas. O interesse do livro, para mim, está aí: nas contradições daquela geração, que imaginava ter nas mãos a mudança do mundo.”

últimas do RW O Livro da Semana

Últimas notícias

Você está ouvindo: