Estupro marital: traumas podem ser irreversíveis

Publicado por Agência Radioweb -

Estupro marital: traumas podem ser irreversíveis
Compartilhe em suas redes sociais:

Estupro Marital e Estupro Corretivo são tipos de violência sexual ainda pouco conhecidos no Brasil, no entanto, não são novos. De 27 a 29 de Julho será exibida a série de reportagens “Estupro Marital e Corretivo: a voz de quem sofre em silêncio”. Os três episódios mostram relatos de quem sofreu estes abusos. São mulheres vítimas dos próprios maridos, ou ainda, crianças e pessoas adultas violadas por terem um comportamento considerado errado para alguns grupos. Nos dois tipos de estupro, o silêncio dos sobreviventes é frequente, por medo ou vergonha. Esta reportagem traz uma análise destes tipos de violência sexual ainda não descritos nos dados oficiais, mas vivos nos corpos e memórias de quem sofreu. A foto é de Gregory Pappas/Unsplash.

Estupro Marital e Estupro Corretivo são tipos de violência sexual ainda pouco conhecidos no Brasil, no entanto, não são novos. De 27 a 29 de Julho será exibida a série de reportagens “Estupro Marital e Corretivo: a voz de quem sofre em silêncio”. Os três episódios mostram relatos de quem sofreu estes abusos. São mulheres vítimas dos próprios maridos, ou ainda, crianças e pessoas adultas violadas por terem um comportamento considerado errado para alguns grupos. Nos dois tipos de estupro, o silêncio dos sobreviventes é frequente, por medo ou vergonha. Esta reportagem traz uma análise destes tipos de violência sexual ainda não descritos nos dados oficiais, mas vivos nos corpos e memórias de quem sofreu. A foto é de Gregory Pappas/Unsplash.

Deixe seu comentário

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *