O que pensava Drummond sobre os impactos da mineração no Brasil?

Publicado por Agência Radioweb -

O que pensava Drummond sobre os impactos da mineração no Brasil?
Compartilhe em suas redes sociais:

A dica de leitura nesta semana é o livro “Maquinação do mundo: Drummond e a mineração”. Em 304 páginas, o professor de literatura, ensaísta, compositor e crítico literário José Miguel Wisnik documenta e investiga a presença da atividade mineradora nos poemas de Carlos Drummond de Andrade (1902 — 1987). Ao mesmo tempo didático e erudito, Wisnik conta ao leitor como um dos maiores poetas da história do Brasil já se preocupava em meados do século XX com os impactos da mineração sobre a paisagem do interior de Minas Gerais. A partir das observações poéticas de Drummond, a obra também reflete sobre o papel da mineração nas tragédias recentes que marcaram a história do Brasil: o rompimento e desmoronamento das barragens de Mariana, em 2015, e de Brumadinho, em 2019.

A dica de leitura nesta semana é o livro “Maquinação do mundo: Drummond e a mineração”. Em 304 páginas, o professor de literatura, ensaísta, compositor e crítico literário José Miguel Wisnik documenta e investiga a presença da atividade mineradora nos poemas de Carlos Drummond de Andrade (1902 — 1987). Ao mesmo tempo didático e erudito, Wisnik conta ao leitor como um dos maiores poetas da história do Brasil já se preocupava em meados do século XX com os impactos da mineração sobre a paisagem do interior de Minas Gerais. A partir das observações poéticas de Drummond, a obra também reflete sobre o papel da mineração nas tragédias recentes que marcaram a história do Brasil: o rompimento e desmoronamento das barragens de Mariana, em 2015, e de Brumadinho, em 2019.

Deixe seu comentário

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *