O núcleo de podcasts da Agência RadioWeb

População LGBTQIA+: qual a cor do invisível?

2 de junho de 2022

População LGBTQIA+: qual a cor do invisível?
Foto: RW Cast

Cerca de 82% das pessoas LGBTQIA+ assassinadas no Brasil são negras, de acordo com a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra). O ano de 2020 aumentou as perspectivas sobre a exclusão social e os danos diários à vida das pessoas e populações negras do continente americano.

A discriminação e a violência profundamente enraizadas na sociedade ficou mais explícita. A confluência da pandemia do COVID-19 e a explosão do movimento social Black Lives Matter criaram profundas fraturas nas aparências de normalidade que vem sendo construída ao longo dos anos, sempre utilizando variadas formas de oprimir e super explorar.

Ouça mais notícias sobre este assunto:
  • Oportunismo LGBT+: A verdadeira representação do Mês do Orgulho?
  • Trans no Brasil: entidades fortalecem luta e auxiliam população
  • Trans no Brasil: os impactos da discriminação na saúde mental
  • Trans no Brasil: sem trabalho formal, prostituição é alternativa
  • Trans no Brasil: ambiente escolar hostil expulsa transgêneros
  • Trans no Brasil: como é viver no País que mais mata transsexuais
  • O que mudou após três anos de criminalização da LGBTfobia?
  • LGBTfobia no esporte nasce na infância e se disfarça de lazer
  • Atendimentos a transgêneros pelo SUS despencam na pandemia
  • Majur Traytowu: conheça a luta da primeira cacica trans
  • últimas do RW Reportagens Especiais

    Últimas notícias

    Você está ouvindo: