O núcleo de podcasts da Agência RadioWeb

“Velhos” sem idealizações: trinta histórias de quem está perto da morte

24 de novembro de 2021

“Velhos” sem idealizações: trinta histórias de quem está perto da morte
Imagem: Reprodução

O tema do livro desta semana é envelhecimento. Afinal, o que conhecemos sobre essa experiência que é tornar-se velho e aproximar-se da finitude? A coletânea de 30 contos breves da escritora carioca Alê Motta, “Velhos”, nos aproxima de algumas respostas. Publicada pela editora Reformatório em 2020, quando a idade avançada recebeu o alerta de “grupo de risco” para Covid-19, a obra tematiza a maturidade sem idealizações. Segundo o professor de literatura Rogério Duarte, Motta representa os velhos como pessoas de carne e osso, que fizeram boas e más escolhas na vida. Metidos em todo tipo de situação, “eles têm vida sexual, lutam por seus direitos e sabem se defender, mas também perdem a memória, se suicidam e são abandonados nos asilos”, resume. Para Duarte, também secretário-geral da União Brasileira de Escritores (UBE), atravessar essas diferentes experiências de velhice, narradas no livro, rompe os limites superficiais do tempo e revela aos leitores uma consciência fundamental: “Os velhos de Alê Motta já existem, eles estão entre nós. Mas eles se transformam em personagens da literatura por causa de um gesto breve, de um pequeno detalhe: eles são os velhos que nós seremos ou que nós já somos”.

últimas do RW O Livro da Semana

Últimas notícias

Você está ouvindo: